ALAMEDA CAMPINAS

 

Com apenas 48 metros quadrados, o apartamento resume 10 anos de história do proprietário – que nem sonha em se mudar dali, mesmo conhecendo as limitações do imóvel. Acostumado a morar sozinho, queria uma reforma completa no layout de seu CEP dúplex.  

O pantone sóbrio aplicado em todos os ambientes do apê foi o ponto alto do projeto. No piso inferior, a marcenaria tem acabamento em freijó ebanizado tanto na estante portentosa da sala, como nos armários da cozinha. O sofá Tonico, clássico de Sérgio Rodrigues é uma das relíquias do dono do pedaço e influenciou toda a composição de formas, cores e texturas do extreme makeover assinado pela _Todos. 

 
 

Nas paredes, o cinza contracena com o piso em ipê que recebeu vida nova com a pintura em epóxi branca. Para dar a sensação de pé-direito maior, foram retirados os rodapés das paredes e a iluminação do teto limita-se ao lustre sobre a bancada da cozinha, luzes embutidas na marcenaria e abajures junto aos sofás e cama. 

 
 

No andar superior, o painel de caviúna – original dos anos 60 – dá as boas-vindas a quem chega no quarto, que antigamente abrigava marcenaria escura. Agora, os tons naturais do freijó e da caviúna, além do azul cobalto no armário principal, tomam conta do décor.  

 

Ficha técnica

Nome do projeto: Residência Alameda Campina

Autoria: Mauricio Arruda Design

Metragem: 50 m²

Local: Jardins, São Paulo - SP

Ano de conclusão: 2010

Fotos: Fran Parente